Café

By 13:30 , ,

Quanto tempo vou levar? Um dia? Uma semana? Um mês? Ou quem sabe até um ano...? Não sei, mas por agora, a única coisa que consigo fazer é deixar que as lágrimas rolem e misturem-se ao café. 
Sabe, moreno, o café costumava resolver tudo, e agora, até nele encontro lágrimas. E sim, eu as deixei aí, porém sem opção. Café resolvia a dor de cabeça e o sono. Café me deixava ativa mais algumas horas para que pudesse esperar tua chegada. Café sempre foi o aroma e sabor que me acompanhou, e, é claro, agora não podia ser diferente. 
É, moreno, talvez leve bem mais que uma semana mas, quem sabe, ao fim do mês já estarei recuperada. Ou não. Quanto tempo levamos para superar um fim? Não sei. Talvez a gente nunca supere, apenas se acostume com a ausência
A tua ausência moreno, doeu mais quando percebi teu perfume já misturado ao significado do meu café, e você sabe, não consigo largar o vício. 
Mas eu vou, né rapaz? Eu vou, porque essa relação minha com o café é mais longa do que a nossa, e, aos poucos, o que restou da tua presença vai se dissipar. Talvez eu deva trocar a cafeteira ou aumentar as colheradas do pó de café... Talvez. 
E, por fim, acho que esse foi o problema, moreno.
Eu sempre fui um café muito forte para combinar com teu chá morno.


— Bruna Barp



OBS: O texto em NADA tem a ver com a vida pessoal da autora. A situação e personagens são apenas fictícios. 



Foto: We heart it

8 comentários

  1. Olha, li seus textos aqui e esse moreno tá fazendo a tua cabeça hein? hahaha
    Continue escrevendo, você vai longe ;)

    irianneveloso.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Irianne! "Moreno" é apenas um personagem, assim como a moça dos textos(o eu lírico, que viveu o que está escrito). Não sou eu, apenas um texto em primeira pessoa HAHAHAH
      Enfim, muito obrigada!
      Beijinhos da Bru!

      Excluir
  2. Respostas
    1. Olá Ingrid! Obrigada pelo elogio e por seguir! Boa leitura!
      Beijinhos da Bru!

      Excluir
  3. Você escreve muito bem!! Amei seu texto, parabéns!! Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sabrina! Muito obrigada! Beijinhos da Bru!

      Excluir
  4. O fim nunca é fácil... Achei lindo o texto e o final bem impactante, chega a ser poético. Parabéns! Fazia tempo que não vinha aqui e hoje tirei um tempinho pra te visitar. bj
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cianaa! Sim, o fim nunca é fácil. Poético? hahah, amei! E muito obriga, fico feliz por ter tirado um tempinho para me visitar HAHAH ♥
      Beijinhos da Bru!

      Excluir